Home Dicas e Dúvidas Como escolher a área do imóvel? Qual é o tamanho ideal?

Como escolher a área do imóvel? Qual é o tamanho ideal?

por Leonardo Ponso
AGN Imobiliária - Como escolher a área do imóvel

Saiba como encontrar a resposta para essas perguntas tão difíceis!

52 m² ou 74 m²? Um, dois ou três dormitórios? Um quarto a mais ou home office? Suíte ou espaço adicional no quarto principal? Essas são apenas algumas das dúvidas de quem não sabe qual área do imóvel escolher.

Caso tenha uma (ou mesmo todas) das dúvidas da lista, não tem problema algum, pois a situação é bem comum. Afinal de contas, não é todo dia que você precisa parar para pensar em algo que influenciará diretamente na experiência obtida em sua residência.

Felizmente, é possível encontrar respostas para essas e outras dúvidas, o que te ajudará a saber como proceder quando se deparar com a necessidade de escolher. Continue a leitura e saiba o que fazer!

Qual área do imóvel é a mais comum?

É difícil responder a esta pergunta, já que não há dados que tratam do assunto de maneira geral, mas é possível encontrar tendências atuais que ajudam a entender o estilo das residências negociadas atualmente.

De acordo com um levantamento feito pelo Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP), de 2012 a meados de setembro de 2017, foram lançados 6.029 apartamentos com área útil de menos de 30 m² apenas em São Paulo.

Já dados do próprio Secovi-SP e da Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp) indicaram que, de todas as unidades lançadas com até um dormitório na cidade paulistana, 15% são menores de 30 m² e 7,3% são menores de 20 m²!
Outra estatística interessante, também do Secovi-SP e da Embraesp, mostra que a área útil média dos apartamentos lançados entre 2007 e 2012 diminuiu 28,43%, passando de 102,33 m² para 73,24 m².

É importante ressaltar que essa movimentação do mercado não está diretamente relacionada ao fato de ter apartamentos mais baratos, mas sim com características diferentes do que se oferecia até então.

O Thera Ibirapuera by Yoo, por exemplo, é um empreendimento de alto padrão com três torres, cada uma com tamanhos diferentes de apartamento: uma tem estúdios de 27 m² a 35 m², a outra tem de 60 m² a 77 m² e a última tem unidades de 161 m² e 244 m².

Inclusive, a área do imóvel deixou de ser um critério de alto padrão como já foi no passado. Hoje em dia, as propostas são diferentes e o valor é agregado através de outras alternativas, como layouts mais inteligentes e áreas comuns de qualidade.

Logo, mesmo sem dados específicos sobre a totalidade de imóveis no Brasil, é possível perceber que os antigos costumavam ser maiores (pense na casa da sua avó ou dos seus tios de mais idade, por exemplo), enquanto os atuais tendem a ser compactados.

Quem sabe como calcular área total do imóvel pode até fazer este exercício para comprovar como há uma tendência de compactação nas casas e apartamentos, mas as mudanças de disposição, layout e a agregação de áreas comuns faz com que a experiência obtida seja tão boa quanto antigamente – ou até melhor.

Isso pode se explicar tanto por conta do aumento dos preços quanto da própria falta de espaço. Afinal de contas, quanto maior é o número de imóveis construídos, automaticamente é menor a área disponível para a construção de novas unidades.

Como saber qual é a área do imóvel perfeito para você?

Essa é uma dúvida que costuma afligir quem deseja saber como sair do aluguel, bem como as pessoas interessadas em aprender como guardar dinheiro para comprar uma casa, já que influencia em todo o planejamento, mas a resposta não é tão complicada assim.

De fato, não há uma resposta definitiva para todas as pessoas. É importante saber quais são os seus objetivos e preferências para, então, ser capaz de escolher entre uma casa ou apartamento maior ou menor.

Alguns pontos em que se deve pensar para tomar a decisão são os seguintes:

  • Considere os planos da família (ou individuais). Se você mora sozinho e não tem planos de morar junto em um futuro próximo, bem como de ter filhos, as melhores opções são os imóveis compactos, que geralmente demandam um investimento menor. Porém, no caso de famílias grandes ou que estão na iminência de aumentar, é bom ter espaço para poder oferecer mais conforto.
  • Analise seu local de trabalho. Se você trabalha fora, então o tempo gasto em casa não será tanto. Porém, com a tendência do home office que cresce a cada dia, quem trabalha desta forma precisa de um espaço para desempenhar suas atividades profissionais, o que demanda pelo menos um novo cômodo ou o aproveitamento de outro e, consequentemente, pede um espaço extra.
  • Analise o investimento disponível. Geralmente, quanto maior a área do imóvel, maior é o seu preço (pelo menos quando comparado com outras opções de padrão similar e na mesma região). Por isso, é importante estudar com cuidado o valor que tem para investir, de modo a se ater nas opções que cabem no orçamento.
  • Compare diferentes regiões. Áreas que ficam no centro da cidade ou em locais com melhor infraestrutura tendem a custar mais caro do que as afastadas. Por isso, se a área do imóvel for uma prioridade, vale a pena procurar por regiões periféricas, onde o preço do m² geralmente é menor.
  • Se mudar é sempre uma opção. Pode ser que aguardar até ter todo o dinheiro disponível para comprar uma casa ou apartamento do tamanho que sempre sonhou leve muito tempo. Neste caso, analise a viabilidade de investir em uma área do imóvel menor e, depois de já instalado ali, continuar guardando dinheiro para, em um futuro próximo ou distante, se mudar para um lugar maior.

Área do imóvel: uma questão que depende da sua preferência

Antigamente, ter uma área maior significava um conforto adicional. Porém, as tendências na construção civil, na arquitetura e no design de interiores mudaram muito esta questão, com espaços inteligentes e melhor aproveitados.

Porém, há pessoas que não abrem mão de ter um bom espaço disponível, e este não é um problema. Quando for o caso, o ideal é analisar apenas as opções mais espaçosas, de modo que o investimento esteja alinhado aos seus objetivos e preferências.

Cabe ressaltar que quem busca por espaço e quer ver como economizar na construção de uma casa funciona na prática pode optar pela aquisição de um terreno, que demanda um investimento menor e oferece uma liberdade ímpar em termos de possibilidades arquitetônicas.

A AGN é uma imobiliária em Sinop que pode te ajudar a realizar este grande sonho e trazer a possibilidade de ter a área do imóvel que sempre quis. Conheça as opções disponíveis e faça o investimento mais assertivo possível!

Posts Relacionados

Deixe um comentário